Blog

Gestão é a nossa causa.

Valuation: conheça o real valor da sua empresa

Quanto o valuation do meu negócio? Como avaliar a entrada de um investidor? Qual a melhor maneira de defender o quanto se acredita que vale a empresa? Essas são perguntas que recebemos constantemente por aqui. A resposta para todas essas perguntas é o valuation.

O que é valuation?

Em resumo, o valuation é o processo quantitativo para obter o valor da companhia. Existem alguns métodos que são bastante difundidos no mercado e, por mais que sejam robustos e objetivos, é importante destacar que o processo de avaliação vai contar com uma certa subjetividade para definir as suas premissas.

Dessa forma, sempre aconselhamos que o valuation da empresa venha acompanhado de uma narrativa para defender os valores e os índices utilizados. Isso porque talvez o número de maneira isolada não se justifique somente pela aplicação do método. Dessa forma, precisa-se entender quais são os planos futuros, estratégias e investimentos a serem realizados para atingir o potencial estimado pelo método. 

Qual a importância de entender o valuation de uma empresa?

Sem dúvidas entender todo o processo de avaliação da empresa permite aos acionistas explorarem de uma maneira muita mais intensa e assertiva os aspectos que potencializam o seu valor, e se atentem para aqueles que não. 

Com essa informação, e com o domínio do método, o processo de tomada de decisão e estratégia de longo prazo também ficam munidos de importantes dados sobre o mercado e a empresa. 

E não só isso, ao entender a necessidade e importância de ter um processo claro de avaliação, a estrutura financeira da empresa terá que acompanhar a gerar as informações para análise.  Nesse ponto, vemos de maneira frequente a negligência ao coletar dados financeiros e contábeis das organizações – o que torna o valuation cada vez mais frágil. 

Portanto, aqui vai uma dica extra: tenha sempre o controle das informações financeiras geradas pelo negócio, desde o início, e de maneira confiável. 

Benefícios do valuation

Não só um grande aliado na estratégia de longo prazo das empresas, o valuation também vai possibilitar ao empreendedor negociar de forma justa a participação no seu negócio quando recorrer ao investidor. 

Portanto, para aquelas empresas que têm ambição de crescer e potencializar os resultados em um espaço de tempo reduzido, dominar o método de avaliação, as premissas e as defesas dos índices escolhidos, vai permitir ao empreendedor se colocar em um lugar mais seguro. Assim, liderando o processo de negociação, e não o oposto, quando normalmente se coloca na posição de “aceitar” os valores por não ter argumentos. 

Como calcular o valuation de uma empresa?

A avaliação do negócio pode ser feita de três formas distintas:

Cálculo do valuation pela Renda

O método pela renda leva em consideração o potencial de geração de caixa do negócio no futuro. De maneira simplificada, esse método procura trazer o fluxo de caixa futuro descontado a uma taxa de mercado. 

Para isso, precisa-se respeitar algumas etapas:

  • Construir o plano financeiro, ou seja, quais são as previsões de faturamento e crescimento da empresa, investimentos e despesas em geral; 
  • Embasar os números dessa projeção com um planejamento estratégico coerente e com uma narrativa que sustente a apresentação do fluxo projetado; 
  • Entender qual é o custo de oportunidade desse negócio e qual taxa de precificação do risco que será utilizada; 
  • Trazer para valor presente os fluxos futuros de caixa (normalmente em um horizonte de cinco anos).

Cálculo do valuation pelo Mercado

A avaliação pelo mercado é feita através de parâmetros já conhecidos pelo segmento em que a empresa está atuando. É uma maneira de ter algum balizador em empresas de capital fechado com base nos seguintes indicadores: faturamento, lucro líquido ou EBITDA

O índice leva em consideração o histórico de transações que acontecem naquele mercado, fixando um valor referência para os múltiplos. De forma simplificada, o método procura multiplicar o índice de referência do mercado pelo indicador interno escolhido da companhia.

Exemplo, se uma empresa está em um mercado que teve transações fixando essa referência em oito vezes o EBITDA, para saber o valor da sua empresa basta multiplicar o seu EBITDA por oito. Nesse contexto, é importante atentar para que as condições de mercado não tenham mudado de forma significativa e a empresa também consiga sustentar índices de crescimento semelhantes para conseguir ser equiparada. 

Cálculo do valuation pelos Ativos

O terceiro método disponível é a avaliação pelos ativos, que passa a fazer sentido apenas para aquelas empresas que não estão performando. Por essa lógica, as empresas em dificuldade conseguem avaliar o valor do negócio basicamente pela soma dos seus ativos (o que a empresa tem) deduzido do passivo (o que a empresa deve). 
De forma geral, é um método contábil e que não leva em consideração o potencial de recuperação e crescimento do negócio.

Quer saber como fazer uma gestão de ativos eficiente na sua empresa? Então confira agora mesmo o nosso artigo sobre o tema!