Blog

Gestão é a nossa causa.
Modelo de gestão

Modelo de gestão: como escolher o ideal + 4 tipos

Quando se fala em modelo de gestão temos três grupos:

  • i – quem ainda não sabe o que é;
  • ii – quem acha que modelo de gestão é só um nome bonito para reuniões e;
  • iii- quem entende que adotar um modelo de gestão é parte fundamental para o alinhamento e sucesso dos projetos da sua empresa, e que deve desdobrado a partir da estratégia e da cultura da organização.

Então neste artigo vamos explorar mais o conceito de modelo de gestão, olhar para os seus benefícios e como implementar um modelo que funcione para a realidade da sua empresa.

Antes de tudo: o que é gestão?

No contexto empresarial, e até mesmo fora dele, não é incomum vermos as pessoas utilizarem o conceito de gestão, uma vez que se trata de um termo abrangente e que se aplica a muitos cenários. Apesar disso, nós percebemos que, muitas vezes, o termo – e os seus significados – são pouco entendidos pelas pessoas. 

De forma prática, nós costumamos dizer que gestão é o caminho para geração de resultados em uma empresa. Ou seja, eu posso administrar o negócio, mas, sem gestão, ele não terá os resultados necessários para que esteja em constante desenvolvimento. E, justamente por isso, é um conceito difícil de entender – pois muitas coisas podem gerar resultados para a empresa. 

Se você quiser se aprofundar um pouco mais sobre os fundamentos da gestão, nós recomendamos fortemente que você leia o nosso artigo completo sobre Gestão. 

O que são modelos de gestão?

De maneira geral, modelos de gestão são os conjuntos de estratégias adotadas por uma empresa para coordenar de maneira mais eficiente os processos que precisam ser executados. Isso quer dizer que o modelo de gestão irá definir uma série de ritos dentro da sua empresa que precisam acontecer para que as informações estejam alinhadas entre os responsáveis. E, também, para que os projetos sejam desenvolvidos da melhor maneira. 

Por exemplo, o modelo de gestão pode definir quais os tipos de reuniões que existem na sua empresa, quem são os envolvidos e quais os tipos de decisões que serão tomadas em cada um desses encontros.

Além disso, o ele diz como a empresa enxerga os seus processos, os desenvolve e otimiza ao longo do tempo. Dessa forma traçando uma diretriz que baseia todo o pensamento gestão da empresa.

Mas definir o modelo de gestão ideal para o seu negócio não é tão simples assim. Este desafio, que está relacionado com o terceiro nível da maturidade de gestão, depende de diversos fatores, iniciando pela estratégia da sua empresa, passando pelo alinhamento dos sócios, até o nível de maturidade da sua equipe e a cultura da sua empresa.

Outro ponto de extrema importância é entender que não há um modelo de gestão que funcione bem para todas as empresas. Assim, não é porque o do seu concorrente funciona, que ele também será eficiente para a sua empresa!

Qual a importância dos modelos de gestão para as empresas?

Os modelos de gestão são parte fundamental para a empresa, pois servem à função de alinhar os objetivos da empresa e direcionar as ações visando o atingimento das metas.

Uma empresa sem um modelo de gestão tem muito mais chances de ter problemas de desalinhamento de informações, quebra de processos e, consequentemente, de não atingir os resultados esperados.

Logo em seguida iremos apresentar diversos modelos de gestão, desde os mais colaborativos, até os menos colaborativos. Seja qual for, o modelo de gestão deve servir para direcionar o time todo em uma direção.

Quais benefícios os modelos de gestão trazem?

Adotar um modelo de gestão traz diversos benefícios às empresas. O principal deles, conforme já falamos, é o alinhamento da equipe. De certa maneira, ele também ajuda no gerenciamento da equipe, já que é um momento em que gestores devem estar em contato com os colaboradores.

Ter um modelo de gestão eficiente evita ruídos de comunicação, retrabalho, e pode até evitar a famosa “rádio corredor”, ao menos no que diz respeito ao alinhamento dos próximos passos de projetos.

Quais são os tipos de modelos de gestão nas empresas?

Existem inúmeros modelos de gestão que podem ser adotados, e cabe a você, como gestor, entender qual se aplica à sua realidade. É muito importante entender que não há o melhor ou o pior modelo. Isso porque ele depende de diversos fatores, inclusive da capacidade do gestor em sustentar um determinado modelo de gestão. 

Agora vamos apresentar alguns tipos de modelo de gestão, com seus prós e contras, para que você possa entender e aplicar na sua empresa.

Modelo de gestão por resultados

A gestão por resultados, como o nome já diz, se baseia em resultados. Ou seja, ele não irá ter como ponto central processos, horas trabalhados ou outros fatores. Este modelo envolve um grande comprometimento da equipe, e, principalmente, dos gestores. 

O modelo de gestão por resultados possui algumas características, independente do setor de atuação da empresa, como por exemplo:

  • O foco está voltado para resultados, e não para os procedimentos (muito embora os procedimentos potencializem e facilitem o atingimento dos resultados);
  • A responsabilidade por atingir ou não os resultados propostos é de todos os participantes do projeto e da empresa;
  • A liderança é mais participativa;
  • Todas as unidades da empresa precisam andar juntas e integradas para que seja possível obter o resultado desejado.

Modelo de gestão por processos

A gestão por processos é uma abordagem que direciona os recursos, humanos e financeiros da empresa, de acordo com os processos e não com os departamentos. Assim, por exemplo, não há a divisão dos “processos de RH”, dos “processos do financeiro” e etc.

Isso porque a gestão por processos olha para o fluxo da atividade, como elas se relacionam e como podem ser otimizadas. Assim, não há mais o pensamento de departamento, e sim de fluxo do processo.

Modelo de gestão democrática

No modelo de gestão democrática, os colaboradores têm voz para contribuir com as tomadas de decisão da empresa. Assim, seu grande objetivo voltado ao engajamento dos colaboradores. Porém, alguns pontos devem ser atentados para que este modelo funcione de maneira eficiente.

Um modelo de gestão democrático demanda grande habilidade dos líderes e dos gestores para conduzir discussões e a tomada de decisão. Lideranças novas ou sem experiência podem ter dificuldades em mediar discussões e opiniões contrárias dentro da equipe, gerando atritos internos. Assim, é necessário realizar treinamentos com as lideranças a fim de desenvolver as habilidades necessárias para lidar com as especificidades deste modelo de gestão.

Modelo de gestão autocrática

Dentro dos modelos de gestão, o autocrático é um dos mais polêmicos. Ele vem cada vez se tornando menos relevante para as empresas modernas, que são cada vez mais focadas em outras formas de gerir, mas este modelo já foi muito utilizado e possui alguns pontos que são importantes de serem explorados.

A gestão centraliza todas as decisões na figura do gestor, que apenas informa a equipe sobre os próximos passos de cada projeto. Muitas empresas, no entanto, adotam algumas características deste modelo de gestão como forma de blindar gestores inexperientes em relação à equipe. 

Vale ressaltar que a gestão autocrática não é o mesmo que uma gestão ríspida e desrespeitosa, e sim uma gestão que centraliza as decisões em uma pessoa apenas. Assim como em qualquer tipo de modelo de gestão, os líderes precisam desenvolver habilidades de comunicação, gestão de pessoas e liderança para que os seus projetos tenham sucesso. 

Como escolher o melhor modelo de gestão para minha empresa?

Como já falamos anteriormente, não há um modelo de gestão ideal para todas as empresas. E, muitas vezes, utilizar-se de mais de um modelo pode ser benéfico. Você precisa levar em conta no momento de adotar um modelo de gestão a sua capacidade de fazer com que ele prevaleça no longo prazo.

Outro ponto fundamental é que a sua equipe consiga chegar aos resultados propostos se utilizando deste modelo de gestão. É importante entender o funcionamento da sua equipe, a cultura da sua empresa e como você olha para o atendimento e relacionamento com os seus clientes. Esses pontos são fundamentais para que você comece a construir um modelo de gestão que funcione para a sua empresa e que potencialize os seus resultados.

E a gestão de compras do seu negócio, você sabe como fazer com excelência? Descubra aqui!